218820160    oinstalador@gmail.com

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, em St. Louis, EUA, está a desenvolver uma nova gama de sensores estruturais que poderá permitir uma avaliação mais barata e fiável do estado de conservação de estruturas de Engenharia Civil.


O estudo, que conta com o apoio e financiamento de 1.1 milhões de dólares da Fundação Nacional de Ciências (NSF), irá ter a duração de quatro anos.

Está integrado num plano, de âmbito global, de criação de estruturas inteligentes, capazes de se auto monitorizar e prever possíveis colapsos em caso de eventos extremos como inundações ou sismos.

Este tipo de manutenção, com base no estado de conservação, representa uma enorme poupança em relação aos métodos tradicionais, possibilitando a identificação de intervenções críticas e a a fácil priorização de tarefas, escreve a Reuters.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview