218820160    oinstalador@gmail.com

Os incêndios em Espanha este ano já queimaram 3,88 vezes a área que queimaram no ano passado, e mais 26,6% que a média da última década, mas ainda assim muito abaixo de Portugal.


Texto e Foto: José Alex Gandum 

Até ao passado dia 6 de Agosto tinham ardido em Espanha cerca de 72 mil hectares desde o início do ano, o valor mais alto dos últimos cinco anos, com a agravante de muitos dos incêndios deste ano terem atingido regiões muito sensíveis, como o Parque de Doñana ou locais de férias de turistas e autóctones. 

O pior ano da década em termos de hectares queimados no país vizinho foi 2012, com 157 mil hectares. Este ano houve 9300 ignições, embora cerca de 6000 não tivessem ultrapassado um hectare queimado porque foram debelados logo no início. 

Dos restantes, 14 ultrapassaram os 500 hectares, atingindo a categoria de grandes incêndios. No total, foram afectados 0,26% da área arborizada de Espanha, dos quais 42 mil hectares foram de matos, 23 mil de floresta e sete mil de pastagens. 

Por área geográfica, mais de 50% ocorreu no noroeste; 0,5% nas Ilhas Canárias; 14% no Mediterrâneo; 32% nas comunidades interiores.

Recorde-se que em Portugal, e no mesmo período de tempo, ardeu mais de metade daquilo que ardeu em Espanha, sendo que o território português é 4,5 vezes menor que o espanhol.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview