218820160    oinstalador@gmail.com

Especialidades de Engenharia mais procuradas: Civil, Ambiente, Mecânica, Electrónica, Mecatrónica e Telecomunicações e Tecnologias de Informação.


A Ordem dos Engenheiros recebeu a 29 de Setembro, na sua Sede Nacional, em Lisboa, uma sessão de recrutamento de Engenheiros para a Bélgica/Flandres.

Este evento conta com a participação presencial de seis empresas e de outras três via online, algumas das quais multinacionais, que habitualmente recrutam engenheiros portugueses e que pretendem reforçar os seus quadros nas áreas das Engenharias Civil, do Ambiente, Mecânica, Electrónica, Mecatrónica e Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

Neste momento são 60 as oportunidades de emprego oferecidas, estando inscritos cerca de 500 participantes nesta sessão de recrutamento, correspondendo 239 a participações presenciais e os restantes a participações online.

O evento contou com a presença de conselheiros EURES belgas e portugueses, que apoiarão os candidatos, com um programa de apresentações sobre as condições de vida e de trabalho na Flandres/Bélgica, os apoios disponíveis para os profissionais que desejem abraçar as oportunidades divulgadas e a legislação laboral em vigor naquele território.

Existirá, ainda, um momento de apresentação por parte das diferentes empresas recrutadoras e entrevistas de emprego aos candidatos participantes.

Esta Sessão de Recrutamento é organizada conjuntamente pelos serviços EURES de Portugal e da Flandres (integrados no IEFP e VDAB, serviços públicos de emprego português e flamengo), em parceria com a Ordem dos Engenheiros.

A presente iniciativa insere-se num programa de apoio ao emprego que a Ordem dos Engenheiros tem em curso para os seus membros, do qual consta a Bolsa de Emprego da Ordem dos Engenheiros, com ofertas diárias de novas oportunidades, e várias sessões de recrutamento para a Flandres, Dinamarca, Noruega e Qatar.

«Numa altura em que as médias de admissão a cursos de engenharia superaram as áreas que tradicionalmente detinham esses níveis de exigência e em que, cada vez mais, a elevada qualidade dos nossos engenheiros é reconhecida interna e externamente, a Ordem dos Engenheiros, embora entenda que está a promover o emprego e a acautelar o futuro de muitos dos nossos engenheiros, sobretudo os jovens, não pode deixar de alertar para a falta que estes quadros poderão vir a fazer ao nosso País», informa a OE, em comunicado.  


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview