218820160    oinstalador@gmail.com

Um retrato do desmoronamento do Dubai depois da crise financeira dos últimos anos. Pela lente de Alain Bourdain


O Dubai coleccionava records: o maior hotel do mundo, a maior torre, a maior concentração de gruas... No fim de 2009, o Dubai e a sua jóia da coroa, a sociedade pública Dubai World, dificilmente escaparam à falência com uma dívida estimada em 59 mil milhões de dólares! Esta queda simbolizou o fim de um ciclo no desenvolvimento urbano e na forma de "fazer cidade", no urbanismo.

É sobre todo este desfecho que Alain Bourdain se debruça nesta obra, que pretende, por um lado, compreender as profundas mudanças na forma de “fazer cidade” que se operaram nos últimos 30 anos sob a pressão do urbanismo liberal e as consequências das perturbações actuais e, por outro, desenhar pistas possíveis para o urbanismo depois da crise que, por agora, é ainda balbuciante. 


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview