218820160    oinstalador@gmail.com

Nas próximas semanas serão instalados 14 postos de carregamento rápido (PCR) de carros eléctricos, e que continuam os trabalhos nas auto-estradas A1, A6, A8, A22 e A23.


Texto: Revista O Instalador

Ao jornal Público, o ministro da tutela, João Matos Fernandes, tinha indicado 8 de Janeiro como data limite para a instalação dos 14 carregadores e a «probabilidade elevadíssima de até essa data se instalarem mais oito carregadores nas áreas de serviço das auto-estradas».

Em resposta à Lusa, o gabinete do ministro referiu que «ao longo das próximas semanas» serão instalados PCR do projecto-piloto previstos para Aveiro, Évora, Lisboa, Cascais, Loures, Gaia, Porto, Matosinhos, Valença, Viana do Castelo, Vila Real e Coimbra.

«Paralelamente, continua a ser feita a instalação dos postos de carregamento rápido previstos para as áreas de serviço das auto-estradas, pelo que nas próximas semanas serão também instalados postos na A1 (Auto-estrada do Norte), A6 (Auto-estrada do Alentejo Central), A8 (Auto-estrada do Oeste), A22 (Via do Infante) e A23 (Auto-estrada da Beira Interior)», acrescentou.

Por seu lado, Henrique Sanchez, presidente do Conselho Directivo da Associação de Utilizadores de Veículos Eléctricos (UVE), afirmou ter recebido a confirmação da tutela de que decorrem as obras de instalação dos postos e até final de Janeiro a «maioria dos PCR estão instalados».

Depois do concurso público de atribuição da instalação a operadores da mobilidade eléctrica, a UVE acrescentou que o primeiro PCR a funcionar é o de Vila Nova de Gaia.

Ainda segundo a UVE, em Aveiro, o posto ficará localizado no Rossio da cidade, enquanto em Braga a instalação será junto à central de camionagem, em Cascais na rua D. Francisco de Avilez e em Coimbra na Avenida Lousã.

Em Loures e em Matosinhos, os postos são colocados junto aos Paços do Concelho, no Porto estará na Avenida de França, em Valença na Avenida do Colégio Português e em Viana do Castelo próximo da Escola Frei Bartolomeu dos Mártires.

Em Vila Nova de Gaia, o posto funciona na Avenida Vasco da Gama, em Vila Real será junto do terminal rodoviário, em Évora na zona circular contígua à muralha da cidade, enquanto em Lisboa está prevista a colocação na coroa mais externa da cidade e na zona ocidental, entre o jardim de Santos e o limite da cidade com Oeiras.

Os PCR permitem o carregamento de 80% da bateria, em aproximadamente 20-30 minutos.

Quanto a preços, o ministério referiu que os valores serão acordados directamente com os comercializadores de electricidade para a mobilidade eléctrica e «apenas serão cobrados aquando do início da fase de mercado, a ocorrer no primeiro semestre deste ano».

Henrique Sanchez notou ainda que é também desconhecida a forma de cobrar os carregamentos, que pode ser por tempo, quilowatt.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview