218820160    oinstalador@gmail.com

Decorreram esta quinta-feira, 26 de Outubro, as 17ªs Jornadas de Engenharia de Climatização, no auditório da Ordem dos Engenheiros (OE), em Lisboa, das quais O Instalador foi media partner. Leia a reportagem na íntegra na edição de Novembro da nossa revista.


Texto e Foto: José Alex Gandum 

“Introdução à Automação, Controlo e Gestão Técnica de Edifícios” foi o tema das Jornadas deste ano promovidas pela Comissão de Especialização em Engenharia de Climatização da Ordem dos Engenheiros, em colaboração com as secções nacionais da ASHRAE e da REHVA. 

No discurso de abertura, o Coordenador da Especialização, Serafin Graña, começou por destacar e enaltecer a presença de dezenas de alunos das faculdades de engenharia e institutos politécnicos que estavam presentes, com extensão aos docentes dessas instituições de ensino. Também lembrou aos estudantes finalistas que estão a decorrer as candidaturas ao Prémio AVAC 2017, realçando a forte adesão e a importância do Prémio. 

Manuel Gameiro, Vice-presidente da REHVA, enalteceu o tema das Jornadas, referindo que a eficiência dos edifícios passa muito por uma boa gestão técnica, e lamentando que «muitas vezes a gestão técnica dos edifícios não é explorada em todo o seu potencial».

Sublinhou que a nível mundial ainda só 10% da energia utilizada tem origem em fontes renováveis, «apesar de todo o esforço que tem sido feito», por isso «a criteriosa utilização de fontes fósseis é um dos maiores desafios no futuro». 

O responsável mencionou em seguida algumas das actividades da REHVA, destacando o evento que todos os anos se realiza em Bruxelas, Bélgica, em Novembro. Abordou também a questão das competições entre estudantes, a nível nacional, europeu e mundial, com a participação e colaboração da REHVA. 

Isabel Sarmento é Delegada do ASHRAE Portugal Chapter e na sua intervenção abordou a estrutura da associação internacional de que faz parte, referindo as regiões onde actua e o facto de ter cerca de 2000 membros.

O actual presidente é grego, e Portugal está representado por Eduardo Maldonado e Serafin Graña. Referiu ainda a primeira conferência regional de Chapters, que vai realizar-se em Belgrado, Sérvia, e fez menção também às publicações da ASHRAE. 

O Bastonário da Ordem dos Engenheiros, Carlos Mineiro Aires, fez a última intervenção na sessão de abertura, referindo a importância das Jornadas para a Ordem dos Engenheiros e elogiando a escolha do tema deste ano. Também fez elogios ao livro lançado a propósito das Jornadas, tendo lido pequenas passagens do mesmo.

O responsável aproveitou para anunciar que o tema escolhido para a próxima conferência anual da OE será as Alterações Climáticas. 

Carlos Mineiro Aires congratulou-se depois pela presença de muitos jovens na conferência, frisando que «a presença de jovens é bom para a OE e para o futuro, pois a renovação e o futuro são feitos pelos jovens, e ainda bem porque esta é uma hora essencial para a comunidade, onde os engenheiros também se inserem». 

O aspecto técnico das Jornadas foi dividido entre a 'Importância dos Sistemas de Gestão Técnica' e 'Aplicações e Casos de Estudo', com a participação de especialistas. Stefano Paolo Corgnati apresentou o Manual REHVA nº 22, tendo havido ainda espaços de debate. Este ano foram inúmeras as empresas que patrocinaram e marcaram presença no espaço exterior do auditório da OE.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview