218820160    oinstalador@gmail.com

Dar a conhecer as prioridades nacionais sobre a agenda de investigação na área da Economia Circular e contribuir para uma resposta articulada entre o Sistema Científico e Tecnológico Nacional e o sector agro-alimentar foram os objectivos do Workshop Internacional de Economia Circular.


Promovida pelo projecto SmartAgriFor Norte 2020, esta iniciativa juntou especialistas de Portugal, Espanha e Holanda na manhã de 30 de Outubro, no auditório do Geociências, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). 

«Queremos sensibilizar os agentes económicos para a importância desta temática no que diz respeito à sustentabilidade dos recursos naturais e optimização da sua utilização, em particular nas fileiras da Vinha e do Vinho, Azeite e Olival, Frutas e Legumes e Florestas, as quatro cadeias de valor abordadas neste projecto», explicou Eduardo Rosa, coordenador do SmartAgriFor Norte 2020. 

O Workshop Internacional de Economia Circular contou com a participação de professores provenientes de três países, convidados para enriquecer o debate e partilhar algumas das suas experiências.

Segundo o portal ECO.NOMIA, gerido pelo Ministério do Ambiente, a Economia Circular «consiste num modelo económico regenerativo e restaurador em que os recursos (materiais, componentes, produtos, serviços) são geridos de modo a preservar o seu valor e utilidade pelo maior período de tempo possível. Desta forma, aumenta-se a produtividade dos recursos, preserva-se o capital natural, bem como o capital financeiro das empresas e sociedade civil».

Levado a cabo pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto-Douro (UTAD), Universidade do Porto (UP), Universidade do Minho (UM) e Universidade Católica Portuguesa (UCP), o projecto SmartAgriFor Norte 2020 é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e pelo Programa Operacional Regional Norte 2020.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview