218820160    oinstalador@gmail.com

O restaurante 'Baest', na capital dinamarquesa, foi distinguido como o restaurante mais sustentável do mundo, graças à aplicação de várias inovações ecológicas e dos princípios da Economia Circular.


Texto: José Alex Gandum
Foto: Baest Copenhagen


O título foi atribuído pela Associação de Restaurantes Sustentáveis, para o que contou também o facto de Copenhaga ser uma cidade sustentável e ecológica, detentora da culinária mais moderna e completa do mundo, segundo os responsáveis.


O 'Baest' é inspirado na comida italiana, pertence a Christina Puglisi e inclui uma padaria dirigida por Mirabelle Puglisi, irmã do proprietário. Curiosamente, ambos os estabelecimentos forma nomeados Food Made Good Business of the Year, uma das mais altas distinções concedida pela Associação mencionada.


A maioria dos produtos são de origem local e certificados como alimentos biológicos e orgânicos. O pão que sobra é doado a uma fazenda de frangos nas proximidades, que os produz ao ar livre. Os restos dos cafés são enviados para outros fornecedores agrícolas que os utilizam como fertilizantes, enquanto o excedente de frutas e vegetais é preservado de diversas maneiras.


Os princípios da Economia Circular são aplicados no restaurante: por exemplo, o soro dos queijos ali produzidos é reciclado  para ser usado na preparação de croissants e produtos de panificação na padaria.


Outra medida que é praticada é oferecer aos clientes um desconto de 10% na compra de produtos cozidos, se eles trouxerem o seu próprio vasilhame, uma maneira efetiva de serem reutilizados. O Baest é já um exemplo para outros restaurantes na capital dinamarquesa e mesmo noutras cidades e noutros países.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview