218820160    oinstalador@gmail.com

Artigo publicado na edição impressa de Outubro de 2017 na revista O Instalador.


Texto e Imagem cedidos por Departamento de Marketing Grupo EFCIS

Desde a crise imobiliária de 2008 que o mercado da climatização tem registado grandes alterações no seu modus operandi.

Habituados a um registo tradicional e sem grandes esforços para conseguir oportunidades, os principais agentes de climatização, nomeadamente instaladores e distribuidores, viram-se obrigados a cortar com conceitos cristalizados, apoiados nos back-offices das empresas e a instaurar procedimentos proactivos e com uma visão mais progressista e dinâmica.

Com obras cada vez mais escassas e concorrência mais forte, marcas como a Hitachi estabeleceram-se no mercado pela sua qualidade, ajudando na redução de custos desnecessários em assistência técnica, com resultados muito satisfatórios para o utilizador durante o período de vida do equipamento.

Outras marcas, como a Haier, estabeleceram-se no mercado devido à sua óptima relação qualidade/preço e à vasta gama de produtos que coloca ao dispor.

As empresas tiveram de melhorar a sua acção comercial, garantindo toda uma retaguarda técnica de apoio à decisão antes da compra, desde a concepção de show-rooms em linha com as gamas existentes no mercado e aumentando o nível de informação disponível para o potencial utilizador.

Esta revolução tecnológica pode ser identificada tanto nos instaladores e no desenvolvimento dos seus websites de empresa, como nos próprios fabricantes e distribuidores.

No grupo EFCIS, o site ‘haiceland’ e o seu e-commerce permite aos clientes e até mesmo comerciais terem acesso Grupo EFCIS: trabalhar no Presente com vista no Amanhã aos produtos comercializados, bem como às suas características e promoções em vigor.

Também a Climasun lançou o seu site em 2016, representando as suas gamas Hitachi e Haier com a apresentação e distinção que merecem. Aliados a estes avanços digitais, também as zonas físicas de compra – as lojas Haiceland Porto, Lisboa e Algarve – sofreram alterações visuais em conformidade, apresentando-se de “cara lavada” com equipas de atendimento com maior formação e comunicando homogeneamente a todo o território
nacional, fazendo com que o cliente possa facilmente identificar os produtos que procura em qualquer parte.

Relativamente aos equipamentos, começam a aparecer novidades de ativação das máquinas através da impressão digital, sensores de presença em vários tipos de equipamentos, sensores de temperatura e tantos outros sistemas digitais em prol de um maior conforto possível e uma maior consciencialização ecológica e em benefício da saúde.

É possível concluir que o mercado da climatização e ar condicionado está num óptimo momento de forma, pela sua versatilidade, capacidade evolutiva e porque, acima de tudo, é visto hoje mais do que nunca como a solução mais eficiente e inteligente, com um papel a desempenhar até no aumento da qualidade do ar interior, tanto no Inverno como no período do Verão, cuja sazonalidade ainda existente, é agora bastante menor do que no passado.

Saiba mais em: www.efcis.pt


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview