218820160    oinstalador@gmail.com

Cortes de rega de relvados e encerramento de lavagens automáticas são algumas das medidas que começaram já a ser implementadas pela PRIO em todo o território nacional, contribuindo para o esforço conjunto de combate a uma seca que é já a pior dos últimos 100 anos.


Os sistemas de rega de relvados foram já desactivados em todos os postos PRIO e também na Fábrica, no Parque de Tanques, e nas instalações centrais nas regiões de Ílhavo e Aveiro. 

Outras medidas estão a ser tomadas em todos os sistemas que recorrem a água (como instalação de reguladores de caudal em todas as torneiras dos postos e instalações centrais, e instalação de redutores de capacidade dos autoclismos), e os colaboradores da empresa estão a ser sensibilizados para boas práticas a seguir na gestão e poupança de água em casa. 

Está previsto para hoje também o encerramento das lavagens automáticas em 5 postos PRIO em zonas onde a seca é mais extrema – Portalegre, Mangualde, Tondela, Mortágua e Oliveira de Frades – sendo que esta medida poderá ser alargada a mais postos de acordo com o evoluir da situação. Os encerramentos temporários são ponderados de acordo com o tipo de equipamentos a uso e o nível de seca registado em cada localidade. 

Para Francisco Mendes, Director responsável pela rede de postos PRIO, «o momento é mais uma vez de urgência para o país. É importante que todos nós, mesmo os que não estão a ser atingidos directamente por cortes de abastecimento, façamos uma gestão cuidada da água e da sua utilização». 

«A PRIO, enquanto empresa portuguesa presente por todo o país, não pode ficar indiferente a uma situação que afecta o nosso país. Seria sempre assim porque está no nosso ADN, mas é ainda mais assim quando celebramos 10 anos, sob o mote “Por nós, Portugueses», sustenta o responsável.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview