218820160    oinstalador@gmail.com

A Universidade da Beira Interior, na Covilhã, está a realizar um projecto que tem como objectivo procurar soluções inovadoras no campo da produção de energia e novos materiais e que implica um investimento global de 1,4 milhões de euros.


Denominado “EMaDeS – Energia, Materiais e Desenvolvimento Sustentável”, o projecto está a ser desenvolvido no C-MAST – Centro de Ciências e Tecnologias da Engenharia Mecânica e Aeroespacial e conta já com o financiamento aprovado no âmbito do Portugal2020, segundo refere a instituição em nota de imprensa publicada na página oficial da UBI na internet.

«Com uma duração de quatro anos, envolverá uma parte significada dos elementos da unidade de investigação instalada na Faculdade de Engenharia da UBI, para procurar soluções inovadoras no campo da produção de energia e novos materiais», consta na informação, citada pela Lusa.

De acordo com o referido, «a equipa afecta ao EMaDeS terá como objectivos melhorar a produção de energia de forma sustentável e reduzir o seu consumo, trabalhar materiais nano-estruturados para aumentar o seu desempenho e durabilidade e procurar introduzir inovação ao nível de processos e produtos, com vista à utilização racional dos recursos naturais».

O projecto assentará em três linhas de investigação, designadamente a da «melhoria da eficiência energética em máquinas e sistemas», a dos “materiais avançados” e a da «optimização do produto e inovação tecnológica, incluindo recursos endógenos».

A UBI destaca ainda que para o desenvolvimento do EMaDeS, o C-MAST vai ter a colaboração de outras duas unidades de investigação: o FibEnTech – Materiais Fibrosos e Tecnologias Ambientais, também da Faculdade de Engenharia e o LabCom.IFP – Comunicação, Filosofia e Humanidades, da Faculdade de Artes e Letras.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview