218820160    oinstalador@gmail.com

Foi apresentado no dia 7 de Dezembro, na Fábrica Braço de Prato, em Lisboa, o livro 'Almaraz e outras coisas más', que tem a coordenação de António Eloy


Texto e foto: José Alex Gandum

António Eloy, ambientalista, escritor, cronista, consultor de empresas de energias renováveis, antigo vereador da Câmara Municipal de Lisboa, entre outras actividades, coordenou mais um documento que se insere nas quatro décadas de existência e de actividade do Movimento Ibérico Anti-Nuclear (MIA).

A apresentação decorreu na Fábrica Braço de Prata, e contou com a presença na mesa de Nuno Nabais, responsável pelo local, José Luís Almeida Silva, director da Gazeta das Caldas, e o próprio António Eloy.

Na assistência muitas personalidades ligadas ao ambiente e às energias renováveis em Portugal, como António Sá da Costa, professor e presidente da APREN, Manuel Collares Pereira, responsável da Cátedra Energias Renováveis na Universidade de Évora, ou António Redol, engenheiro e activista, entre outras personalidades.

O livro reúne mais de 30 colaborações de individualidades nas áreas ambientais, sociais, económicas ou políticas que se manifestam e manifestaram contra a energia nuclear em Portugal.

Na apresentação, Nuno Nabais falou sobre a história recente do local agora cultural, que manteve alguma da traça da antiga fábrica que ali existiu, e demonstrou um profundo conhecimento dos temas abordados no livro e naqueles que ficaram de fora e que poderão estar na origem de uma nova obra.

José Luís Almeida Silva, como responsável de uma publicação que acompanhou de perto a possível instalação de uma central nuclear em Ferrel, concelho das Caldas da Rainha, fez o historial dos anos que trouxeram manifestações contra a estrutura, a qual - defendida por alguns partidos políticos na altura - acabou por não se concretizar.


António Eloy, como coordenador do livro, agradeceu a todos os que colaboraram no livro e apelou aos cidadãos para o perigo que é ter uma Central Nuclear como Almaraz, por exemplo, mesmo às portas da fronteira.


A apresentação do livro não terminaria sem a intervenção de algumas pessoas da assistência, em especial pessoas que têm responsabilidades nas energias alternativas à energia nuclear, como António Sá da Costa, Manuel Collares Pereira ou António Redol.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview