218820160    oinstalador@gmail.com

No Dia Mundial da Eficiência Energética a Bosch, empresa líder mundial de tecnologia e serviços, que em 2012 lançou o serviço de certificação energética, assume a missão de ajudar a certificar energeticamente a casa dos portugueses. Para comemorar a efeméride que se celebra a 5 de março, a empresa quis ir mais longe e pretende apoiar os portugueses a poupar energia através do aproveitamento dos recursos das suas habitações


Desde a iluminação, ao isolamento de paredes e coberturas, passando pela climatização, estas são as sugestões, simples e seguras da Bosch:

Ilumine a sua casa de forma eficiente

- Na substituição de lâmpadas, opte por lâmpadas economizadoras, reduzindo até 80% o consumo de energia elétrica em iluminação. Por exemplo, a troca de uma lâmpada de halogéneo de 50W, a funcionar 4h/dia, por uma lâmpada LED de 7W, permitirá uma poupança de anual de 9,50€ (considerando um custo de 0,15€/kWh).

- Evitar deixar luzes acesas em espaços sem utilização ou sem ocupação.

- Verifique o estado de limpeza do sistema de iluminação. Uma lâmpada limpa é mais luminosa e eficiente.

O isolamento importa!

- Sabia que a aplicação de 3 cm de isolamento térmico poderá baixar as necessidades de aquecimento do imóvel em cerca de 30%?

- Pintar as paredes e tetos de cores claras irá favorecer a reflexão da luz (natural e artificial), reduzindo a necessidade de iluminação artificial.

Escolha um aparelho de climatização e aquecimento à medida da sua casa!

- Ao adquirir aparelhos de ar condicionado escolha sistemas eficientes tipo inverter que irão modelar o seu funcionamento às necessidades de climatização, reduzindo assim energia. A utilização de sistemas de climatização tipo bomba de calor (realiza calor e frio) poderá permitir uma poupança na ordem dos 120€/ano (considerando dois equipamentos com uma potência de 2000 W, a funcionar 5h/dia durante os meses de aquecimento (4 meses).

- Realize ações de manutenção e limpeza das unidades interiores e exteriores de climatização, permitindo garantir a eficiência energética do equipamento.

- Regule eficazmente a temperatura interior. Temperaturas confortáveis:

No inverno: Entre os 18 e os 21ºC

No Verão: Entre os 23 a 25ºC.

Cada grau adicional aumenta o consumo de energia em cerca de 7%.

- Substitua equipamento de produção de Águas Quentes Sanitárias por outro equipamento mais eficiente:

  1. a)    Esquentadores de elevado rendimento/termostáticos;
  2. b)   Caldeiras de condensação;
  3. c)    Bombas de calor (aerotérmicas e geotérmicas);

Esta medida pretende melhorar a eficiência dos sistemas, que têm por função suprir as necessidades de energia, quer para aquecimento, quer para arrefecimento, garantindo condições de grande conforto interior.

- Aplique sistemas que recorram a fontes de energia renovável, como o solar térmico, solar fotovoltaico, eólico, mini-hídrica, geotermia, aerotérmica e geotérmica (bombas de calor), biomassa, entre outros. Equipamentos que recorram a fontes de energia renovável contribuem para o desempenho energético de um edifício, permitindo reduzir determinadas necessidades energéticas, quer para aquecimento, quer para arrefecimento ou produção de A.Q.S. Esta influência é notória na classe energética de um edifício, permitindo obter edifícios com classes energéticas A+.

E, claro, utilize eletrodomésticos eficientes (Fonte: ERSE)

- Opte por comprar equipamentos com etiqueta energética das classes A+ ou A++ - Isto vai permitir-lhe poupar cerca de 30% de energia todos os meses

- Computadores e Monitores: Opte pelos que apresentam a etiqueta Energy Star, que garante que o equipamento cumpre os mais exigentes requisitos de eficiência energética e qualidade.

- Desligue sempre os aparelhos no interruptor e nunca em standby. As extensões com acessos múltiplos e interruptor facilitam este processo, pois permitem desligar a totalidade dos equipamentos num só botão.

- Frigoríficos e combinados: Escolha um que seja adequado às suas necessidades. Antes de comprar, considere a dimensão do seu agregado familiar. Instale-o em locais frescos e ventilados e afastados de fontes de calor como o fogão, forno e exposição direta à luz solar. Mantenha a temperatura de 5º no compartimento de refrigeração e de -18º no de congelação. Limpe regularmente e garanta que as portas fecham e isolam corretamente. Uma eficaz limpeza e uma garantia de boa ventilação irá permitir que o calor gerado na “parte de trás” do frigorifico (condensador) seja dissipada da melhor forma e garantindo que o equipamento funcione segundo os parâmetros indicados e testados.

- Máquinas de lavar a loiça: Utilizar nos períodos noturnos. Maiores vantagens se tiver um ciclo de contagem de consumo de energia bi-diário ou tri-diário. Os programas económicos e de baixa temperatura também reduzem o consumo de energia.

Mantenha os filtros sempre limpos. Estes equipamentos têm elevado consumo para aquecimento da água. Colocar esses consumos em períodos de vazio ou super-vazio (quando a energia é mais barata) irá permitir uma elevada poupança. Como o aquecimento da água é o que mais consome energia, baixas temperaturas irão permitir elevadas poupanças.

- Máquinas de lavar e/ou secar roupa: Opte por equipamentos bitérmicos, que permitem ter alimentação de água quente pré aquecida de forma mais eficiente (exemplo esquentador, caldeira, bomba de calor, etc.) versus via resistência elétrica (solução normalmente utilizada nestes sistemas). Desta forma irá eliminar cerca de 70% do consumo por lavagem. Trabalhe sempre com a carga máxima e a evite a pré-lavagem. Utilize programas de baixas temperaturas, pois o aquecimento da água é responsável por cerca de 70% do consumo num programa de lavagem. Na dúvida, opte por centrifugar em vez de secar a roupa – Poupa o consumo e a carteira agradece.

- Forno: Sabia que, cada vez que abre a porta do forno enquanto está a funcionar, a perda energética pode chegar aos 20 por cento? Por isso mesmo, utilize a luz do forno para regular os seus cozinhados; regule a temperatura e o modo de funcionamento, de forma a evitar abrir o forno constantemente. Utilize, de preferência, recipientes de cerâmica e de vidro que acumulam calor. Quando estiver quase a terminar, desligue o fogão: o calor já existente concluirá o processo.

Saiba mais sobre o serviço de certificação energética da Bosch em: http://www.bosch-certificacao-energetica.pt/


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview