218820160    oinstalador@gmail.com

A última grande central energética alimentada a carvão em Pequim suspendeu operações, com a electricidade da cidade a ser agora gerada por gás natural, informou a agência de notícias estatal.


O encerramento da central térmica Huangneng Beijing surge após a reunião anual legislativa, onde o primeiro-ministro Li Keqiang prometeu «tornar os céus novamente azuis», num discurso transmitido em todo o país.

De acordo com a agência Xinhua, Pequim tornou-se a primeira cidade do país a ter todas as suas centrais energéticas alimentadas a gás natural, um objectivo traçado em 2013.

A central Huangneng é a quarta a ser encerrada e substituída por centros de energia térmica a gás entre 2013 e 2017, cortando quase 10 milhões de toneladas em emissões de carvão, todos os anos.

A notícia foi avançada pela Xinhua na noite anterior às autoridades municipais terem emitido um alerta azul por intensa poluição atmosférica.

O 'smog' envolve a cidade há vários dias e espera-se que continue durante a semana.

Desde o encerramento da Assembleia Popular Nacional, o encontro anual do parlamento chinês, na passada quarta-feira, o nível das perigosas partículas PM2,5 tem estado entre os 200 e 330 microgramas por metro cúbico, muito acima do máximo recomendado pela Organização Mundial de Saúde (25 microgramas por metro cúbico num período de 24 horas).


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview