218820160    oinstalador@gmail.com

A etiqueta energética de produtos e sistemas de aquecimento ambiente e de preparação de água quente entrou em vigor em Setembro de 2015 trazendo novidades no contexto da etiquetagem energética obrigatória, nomeadamente a etiqueta de sistemas e a distribuição das responsabilidades de emissão da etiqueta.


Os desafios e as oportunidades que esta ferramenta trouxe ao sector motivaram o envolvimento da ADENE- Agência para a Energia, da APISOLAR- Associação Portuguesa de Indústria Solar e da DECO-Defesa do Consumidor para com o projecto «Label Pack A+», na organização de iniciativas de formação e informação a profissionais e consumidores.

A experiência adquirida ao longo destes dois anos permite realizar uma reflexão sobre os resultados práticos desta regulamentação: como é que o sector do aquecimento recebeu e esta nova realidade foi incorporada? 

Que lacunas e oportunidades se perspectivam para uma revisão deste regulamento? Que mais-valias é que esta etiqueta energética trouxe aos consumidores?

É esta a discussão que motiva a organização de um Seminário que se realiza no próximo dia 15 de Fevereiro em Lisboa, e no qual se pretende que as várias entidades do sector partilhem a sua experiência e realizem um balanço sobre a implementação da etiqueta energética de aquecimento.

O contributo dos vários especialistas presentes será integrado nos resultados do projeto «Label Pack A+», que serão posteriormente comunicados à Comissão Europeia.

«Pretende-se, assim que a regulamentação seja reforçada e cumpra com o seu papel de dinamização do sector e, em simultâneo, apoie o consumidor na tomada de decisão de aquisição de equipamentos energeticamente mais eficientes», salienta a ADENE, que organiza o ecento.

A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia.

Para se inscrever aceda aqui.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview