218820160    oinstalador@gmail.com

A Ordem dos Engenheiros Técnicos (OET) onsidera que a solução definitiva para o Aeroporto de Lisboa deve passar pela construção de um novo aeroporto.


Em comunicado, a OET refere que «embora não seja fácil prever com exactidão o crescimento do tráfego aeroportuário em Lisboa, essa solução deve garantir a solução das necessidades durante várias décadas, assim como servir de placa giratória para a Plataforma Intercontinental “Europa/África/América”».

Na opinião da OET poderá ser em Alcochete.

No entanto, «na actual conjuntura, a OET apoia a solução Montijo, face à necessidade e urgência de viabilizar uma solução complementar ao Aeroporto da Portela/General Humberto Delgado, considerando que o aeroporto do Montijo se encontra a 5km de Almada, 6km do Aeroporto de Lisboa, 8km de Odivelas, 9km da Amadora e 9km do Barreiro».

«Dado o aumento exponencial de passageiros e a privatização da ANA em 2012, que definiu patamares de tráfego no limite de saturação e que estes foram atingidos em 2016 (22 milhões passageiros/ano, com a previsão para 2017 de 25 milhões), é urgente uma alternativa rápida e articulada. Neste quadro, a solução Montijo apresenta-se como sendo a solução técnica mais viável e financeiramente mais económica, prevendo-se que na sua base, possam estar inicialmente interessadas como potenciais investidoras, as companhias “low-cost”, isto se a competitividade das taxas aeroportuárias e as operações de handling se mantiverem baixas», lê-se no comunicado.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview