218820160    oinstalador@gmail.com

Presidentes dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, do Porto de Lisboa e dos Portos de Sines e do Algarve apresentam investimentos previstos e estratégias de crescimento.


A Ordem dos Engenheiros, através da sua Especialização em Transportes e Vias de Comunicação, organiza esta quarta-feira, na Sede Nacional, em Lisboa, o seminário com o tema “Infra-estruturas Portuárias e Cadeias Logísticas”.

O movimento dos portos portugueses tem crescido continuamente nos últimos quatro anos, batendo sucessivos recordes anuais, sendo que o volume de carga movimentada no mesmo período teve um crescimento acumulado de 27%.

Os portos nacionais são plataformas de capital importância no processo logístico do transporte de mercadorias, constituindo um importante sector estratégico que cria valor e que permite posicionar Portugal como uma porta europeia das rotas marítimas mundiais, impulsionando as exportações, um desígnio vital para o crescimento da economia nacional.

Com intervenções de engenheiros especialistas no sector e dos responsáveis máximos pelas maiores portos portugueses, a Ordem pretende «proporcionar uma visão informada e actualizada sobre o sector portuário, com destaque para os investimentos previstos nos principais portos nacionais e análise das respectivas estratégias de crescimento, bem como eventuais novas infra-estruturas portuárias previstas».

A sessão conta com a participação da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, do bastonário da Ordem dos Engenheiros, Carlos Mineiro Aires, do coordenador adjunto da Comissão de Especialização em Transportes e Vias de Comunicação da Ordem dos Engenheiros, Artur Bívar, do presidente do Conselho de Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, Emílio Brogueira Dias, da presidente do Conselho de Administração do Porto de Lisboa, Lídia Sequeira, e do presidente do Conselho de Administração dos Portos de Sines e do Algarve, José Luís Cacho.


Bootstrap Image Preview Bootstrap Image Preview