Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Schneider Electric expande portefólio de celas MT verdes e digitais sem SF6 com o GM AirSeT™

21/07/2022
A mais recente solução alimentada por ar puro permite às indústrias e serviços públicos reduzir o impacto ambiental e otimizar a manutenção e as operações.
foto

A Schneider Electric apresenta a mais recente adição ao seu crescente portefólio de celas de média tensão sem SF6.

O novo GM AirSeT é a tecnologia GIS primária ecológica e digital para redes elétricas e aplicações exigentes em edifícios industriais e infraestruturas críticas, e representa outro marco histórico do compromisso da Schneider Electric com desenvolver um conjunto completo de ofertas sustentáveis e de próxima geração.

A empresa já está a trabalhar de perto com clientes – desde o segmento de serviços públicos e da indústria aos edifícios e Data Centers – no sentido de avançar em direção ao ar puro e afastar-se do SF6. Os primeiros projetos comerciais que incorporam o GM AirSeT estão em curso na Europa.

O momento em que decorre este lançamento está bem alinhado com a proposta da Comissão Europeia, a 5 de abril, para tornar mais rigorosa a regulação dos gases fluorados. Tal inclui o hexafluoreto de enxofre (SF6), que é o gás com efeito de estufa mais potente do mundo e é amplamente utilizado em equipamentos elétricos para alimentar instalações industriais eletrointensivas, grandes edifícios e a rede. Esta ação política urgente é necessária para cumprir os objetivos climáticos e detalha uma cronologia para a transição para sistemas de energia mais sustentáveis. O GM AirSeT põe fim à dependência de SF6 das indústrias pesadas, combinando as mais recentes celas isoladas a gás com tecnologia de ar puro e vácuo.

Um conjunto de inovações de média tensão premiadas

Concebido para a indústria e os serviços públicos, o GM AirSeT junta-se a outras soluções de média tensão sem SF6 da Schneider Electric, contribuindo para a luta global contra as alterações climáticas, incluindo:

  • RM AirSeT™ – uma Ring Main Unit (RMU) isolada a gás (GIS) que equipa os operadores de rede com uma arma poderosa para a descarbonizar e modernizar, ao mesmo tempo que permite aos serviços de distribuição elétrica melhorar o desempenho operacional e a fiabilidade;
  • SM AirSeT™ – concebido especificamente para aplicações de distribuição secundária de energia, utilizando celas isoladas a ar.

A tecnologia da Schneider Electric tem sido aplicada com sucesso em numerosas empresas de serviços públicos de eletricidades, infraestruturas e edifícios, por clientes como a GreenAlp, em França, a EEC Engie, na Nova Caledónia, e a Azienda Trasporti Milanesi, em Itália.

Recebeu também múltiplos prémios e reconhecimentos enquanto facilitadora da transição para a energia verde e eficiente, como o Industrial Energy Efficiency Award na Hannover Messe, o prémio Top 10 Innovations do Innovation for Cool Earth Forum, e um iF Design Award. Para além disso, o projeto da empresa com a E.ON na Suécia ganhou um enerTIC Award na categoria de rede inteligente.

Capacidades digitais desbloqueiam mais valor para os clientes

A tecnologia de MT de ar puro da Schneider Electric conta com uma gama completa de capacidades nativas capacitadas por dados, que vão monitorizar o desempenho das aplicações de distribuição elétrica e permitir uma manutenção preditiva e preventiva baseada em condições.

Os sensores inteligentes incorporados permitem aos utilizadores monitorizar remotamente todas as suas operações. Os dados são introduzidos em poderosas ferramentas analíticas baseadas na Cloud, como as oferecidas pelo EcoStruxure para disponibilizar poderosos insights acionáveis.

As capacidades digitais nativas estão disponíveis nas gamas da Schneider Electric que pensam já no futuro, incluindo a MCSet Active, bem como as SM, RM e GM AirSeT Active.

Empresas ou entidades relacionadas

Schneider Electric España, S.A.U.

oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial