Therma V Aquece a sua casa

"O Homem Que Plantava Árvores: para repensar o território português"

Revista O Instalador29/06/2019
"O Homem Que Plantava Árvores: para repensar o território português" vai ser apresentado a 5 de julho, às 18h00, na sede da associação Campo Aberto, no Porto. A entrada é livre e gratuita.
foto

No lançamento-debate estará presente Marta Pinto como representante do FUTURO - o projeto das 100 000 árvores, iniciativa conhecida na Área Metropolitana do Porto, que apoia expressamente esta edição.

Participará também o autor do Posfácio, Paulo Ventura Araújo, bem conhecido pelos seus livros sobre árvores que tiveram e têm um papel de relevo na ampliação do interesse pelo papel da árvore em meio urbano e sua defesa, na região do Porto em particular.

A divulgação conta ainda com a ajuda da Aliança pela Floresta Autóctone.

Território desordenado

Desde os grandes incêndios de junho e outubro de 2017 ninguém ignora já que o ordenamento do território português é exatamente o contrário do que a palavra diz: é um desordenamento, que é urgente corrigir (e embora vá demorar tempo, há que começar desde já).

Muitas medidas estão a ser tomadas, ou a parecer que são tomadas, para remar contra essa trágica maré. Muitas ideias em circulação, algumas excelentes, outras que continuam de olhos tapados às lições de 2017 (e das várias décadas anteriores, lições que então não foram ouvidas).

Reconstruir a floresta autóctone

A revitalização ou reconstrução quase de raiz da nossa floresta autóctone é uma das ideias que nos podem ser mais úteis neste contexto, proposta a que a Campo Aberto dá o seu apoio e para a qual o livro em apreço constitui um contributo.

A obra, de Jean Giono, é editada agora numa nova edição pela Campo Aberto (existem outras traduções e edições em circulação já que o Autor, desde 1953, quando da primeira edição original francesa, isentou este seu conto de direitos de autor).
O livro, numa tradução de Abílio Santos, ilustrado por Teresa Lima, realizado graças à proposta e apoio de Jorge Vilhena Mesquita, estará à venda na sessão por €12,00.

O preço normal de venda ao público é de €13,50. Pode também ser adquirido pelo correio através de: contacto@campoaberto.pt ou em algumas poucas livrarias do Porto e Matosinhos (Livraria José Alves, Livraria Modo de Ler, FNAC Sta Catarina, Unicepe, Livraria Flâneur, Livraria Nunes, DizTudo).

A sessão será moderada pelo coordenador da edição e presidente da direção da Campo Aberto, José Carlos Costa Marques.

Saiba mais sobre a obra aqui .

GiacominiBaxi Roca42ª Mostra Convegno ExpocomfortIX Encontro Nacional: gestaõ de resíduos 10 de dezembro 2019O Instalador Acompanhe no FacebookJaba traducción técnica espcializadaO InstaladorJunkers: tanta tecnologi em tão pouco espaço

oinstalador.com

O Instalador - edifícios - energia - ambiente

Estatuto Editorial