Therma V Aquece a sua casa
Jornadas “A New Life Inside” da APFM reuniram 300 pessoas do setor

A importância do “Facility Management” em Portugal

09/10/2019

A 13ª edição das Jornadas da APFM colocou as pessoas no centro do debate, abordando a forma como as necessidades influenciam os ambientes que utilizam. A IoT e o 5G, o Machine Learning e a Realidade Aumentada, os desafios na gestão de recursos humanos e a mobilidade e sustentabilidade foram temas em análise.

foto
A APFM – Associação Portuguesa de Facility Management encerrou no passado dia 3 de outubro a 13ª edição das suas Jornadas “A New Life Inside”, num evento de dois dias onde reuniu cerca de 300 pessoas do setor do FM e de outras áreas transversais no Grande Auditório Jerónimo Martins da Nova SBE, em Carcavelos.
O evento serviu de palco para a discussão dos principais temas que marcam a atualidade e o futuro do Facility Management, com destaque para a tecnologia, a sustentabilidade, a qualidade de vida e a arquitetura.
Reforçando o mote “A New Life Inside” iniciado na edição de 2018, as Jornadas APFM deste ano colocaram o foco nas pessoas, centrando-se na forma como as necessidades dos colaboradores influenciam os ambientes que utilizam.
A criação de um ambiente capaz de produzir resultados positivos, onde a mobilidade e o equilíbrio entre natureza e o espaço construído devem privilegiar a promoção do bem-estar dos ocupantes e da sustentabilidade dos edifícios, foram outras das ideias sublinhadas durante os dois dias de debate.
Nesse sentido, é fundamental colocar na equação do Facility Management todo o cardápio tecnológico que existe hoje ao seu dispor, nomeadamente a Internet das coisas (IoT), o 5G e os serviços on-demand que permitem facilitar a ubiquidade do trabalho e da gestão, a Realidade Aumentada e o Machine Learning que permitem ganhar insights sobre os elementos de uma estrutura de modo a obter informação preditiva capaz de antecipar cenários de intervenção antes que eles aconteçam, e o Building Information Model (BIM) que permite criar planos detalhados sobre as estruturas a um nível muito avançado face a outras soluções de modelação virtual, permitindo não só otimizar o ciclo de vida dos edifícios como também obter soluções que permitam beneficiar as estruturas e os seus ocupantes.

Miguel Agostinho, CEO da APFM, refere que «independentemente do tema em análise nos vários painéis de debate, fosse ele TIC, estratégia corporativa ou mobilidade e sustentabilidade, houve claramente uma preocupação com o impacte das questões do Facility Management nos colaboradores das empresas ou utilizadores dos espaços». 

O CEO da APFM reforça que «o principal objetivo da Associação Portuguesa de Facility Management ao longo destes últimos anos tem sido sempre um só: ajudar os profissionais em Portugal a fazerem essa mudança de mentalidade». 
De acordo com João Hormigo, Presidente da APFM, «a satisfação das pessoas é a principal razão de existência para o Facility Management. Independentemente da tecnologia e de todos os sistemas que aplicamos em instalações e edifícios, o objetivo máximo é garantir a criação de um espaço de qualidade, que seja sustentável do ponto de vista ambiental e que esteja em conformidade com todos os requisitos de compliance, mas que principalmente garanta o bem-estar e a satisfação das pessoas que nele trabalham todos os dias».
A 13ª edição das Jornadas APFM contou com a presença não só de gestores de ativos, de património e facilitity managers, mas também com profissionais diretamente ou indiretamente envolvidos no desenvolvimento de um ambiente de trabalho sustentável e produtivo, inovando e desafiando práticas ultrapassadas através da colaboração direta com clientes, fornecedores e outros profissionais ligados à área do Facility Management.
foto
João Hormigo, Presidente da APFM
Para a edição de 2020, a APFM espera trazer os Sustainable Development Goals para o fórum de debate, relacionando os projetos que os Facility Managers desenvolvem com o impacte das 17 diretivas de desenvolvimento sustentável perspetivadas pelas Nações Unidas até 2030.

APFM

A APFM – Associação Portuguesa de Facility Management é a entidade a nível nacional que tem como objetivo o desenvolvimento, a investigação e a divulgação do Facility Management (FM) como área de conhecimento que se debruça sobre a gestão integrada e sustentável dos locais e ambientes de trabalho, com o objetivo de otimizar espaços, processos e tecnologias em prol das pessoas e das organizações.

O FM impacta diretamente na produtividade e na retenção dos colaboradores, na satisfação dos utilizadores dos espaços e na rentabilidade dos ativos. 

Junkers: tanta tecnologi em tão pouco espaçoIX Encontro Nacional: gestaõ de resíduos 10 de dezembro 2019GiacominiJaba traducción técnica espcializadaO Instalador42ª Mostra Convegno ExpocomfortBaxi RocaO Instalador Acompanhe no Facebook

oinstalador.com

O Instalador - edifícios - energia - ambiente

Estatuto Editorial