O Covid-19 e o efeito nos doentes com doenças provocadas pelo Amianto

Texto: Carmen Lima | Coordenadora do Centro Informação de Resíduos da Quercus09/04/2020
Vítimas de amianto são grupo de risco para o novo Coronavírus.
foto

Sendo os doentes provocados por exposição ao amianto um grupo de risco para o novo Coronavírus, devido à sua fragilidade imunitária e respiratória, a Plataforma SOS AMIANTO (www.sosamianto.pt) disponibiliza recomendações, por forma a garantir apoio e orientações sobre o que fazer para prevenir e proteger estes pacientes do Covid-19.

O Covid-19 provocou a maior pandemia desde a 2ª guerra Mundial, e originou a paragem de praticamente toda a atividade económica, devido à necessidade das pessoas terem de ficar em casa para manter o distanciamento social.

As principais doenças provocadas pelo amianto são as doenças malignas, principalmente o mesotelioma pleural, o cancro do pulmão e da faringe que, para além da diminuição da imunidade, também provocam problemas respiratórios graves. Outra doença provocada pelo amianto é a asbestose pulmonar que, apesar de benigna, provoca insuficiências respiratórias graves (DPOC).

Tem-se verificado que esta pandemia provocada pelo Coronavírus afeta principalmente as pessoas com diminuição das suas defesas imunitárias, como é o caso dos doentes com cancro e os doentes com insuficiências respiratórias graves, provocando pneumonias virais bilaterais graves, que tem sido a principal causa de mortalidade dos doentes infetados por este vírus.

Por estas razões, os doentes com doenças provocadas pelo amianto, sejam neoplasias ou insuficientes respiratórios crónicos, têm uma vulnerabilidade acrescida à infeção pelo Coronavírus, pelo que é necessário um reforço da sua proteção.

A forma mais eficaz de proteger estes pacientes com doenças provocadas pelo amianto, muitos deles de idade avançada, e que estão integrados no grupo de maior risco de infeção com o Covid-19, é cumprir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), nomeadamente o isolamento e afastamento social. Mas, se estas medidas de isolamento não forem suficientes, e se verificar infeção pelo novo Coronavírus, as pessoas que estiveram expostas ao amianto no passado, por apresentarem um sistema imunológico mais frágil e problemas respiratórios crónicos, deverão ser obrigatoriamente alvo de acompanhamento médico permanente, na tentativa de garantir uma resposta rápida e adequada em caso de infeção.

Neste sentido, a SOS AMIANTO sugere um conjunto de recomendações para os pacientes com doenças provocadas pelo amianto, que ajudem a prevenir o contágio com o novo Coronavírus:

  • Isolamento social, permanecendo em casa evitando ao máximo o contacto com pessoas;
  • É fundamental higienizar a casa, arejar e fazer a manutenção do ar condicionado;
  • Manterem-se sempre bem protegidos do frio com vestuário adequado e manter a habitação aquecida;
  • Lavar frequentemente as mãos com desinfetante;
  • Alimentação equilibrada com peixe, carne, legumes e fruta;
  • Beber muitos líquidos, especialmente quentes, nomeadamente chá para manter uma hidratação adequada;
  • Continuação da administração da medicação corretamente. Se sentirem agravamento respiratório devem contactar o médico assistente;
  • Os doentes com doenças provocadas pelo amianto têm frequentemente outras doenças como a diabetes que deve estar compensada. Se verificarem descompensação da diabetes devem contactar o médico assistente;
  • Ter sido vacinado contra a pneumonia, mas se não tiverem consultem o médico assistente;
  • Contacto imediato com a Linha SNS 24 para o 808 24 24 24, caso sinta alguns dos sintomas nomeadamente febre, tosse ou falta de ar.

Os doentes com doenças provocadas pelo amianto, sejam neoplasias ou insuficientes respiratórios crónicos, têm uma vulnerabilidade acrescida à infeção pelo Coronavírus, pelo que é necessário um reforço da sua proteção

Verificámos que os doentes crónicos, com patologias respiratórias provocadas pela exposição ao amianto, como não estão referenciados pela Direção Geral da Saúde, não têm sido contactados para saber sobre o seu estado, no que respeita à proteção de um possível contágio com o Covid-19.

A SOS AMIANTO da Quercus está preocupada com esta situação de pandemia que tem atingido praticamente todos os países a nível mundial, e apresenta desde já as suas respeitosas condolências a todos os familiares das vítimas do Covid-19.

Toyotomi Ar Condicionado - Japan
Tektónica cambio de fechas 8 - 11 de octubreO InstaladorO Instalador Acompanhe no FacebookSolar Market Parity PortugalClimamed del 10 al 12 de enero 20201O Instalador20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

oinstalador.com

O Instalador - edifícios - energia - ambiente

Estatuto Editorial