Bombas Grundfos obtenha ferramentas, formaçao e conhecimientos gratuitos

Desastres climáticos vão afetar 162 milhões de pessoas em 2030

O Instalador16/10/2020
Cerca de 108 milhões de pessoas precisaram de ajuda humanitária em 2018 como resultado de desastres naturais como tempestades, inundações, secas e incêndios florestais, número que pode crescer 50%, para 162 milhões em 2030, segundo a Organização Meteorológica Mundial.
foto

O alerta é divulgado pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) no Estado de Serviços Climáticos de 2020 desenvolvido em conjunto com 15 agências e instituições internacionais que lembra que uma em cada três pessoas no mundo não está coberta por sistemas de alerta precoce contra este tipo de catástrofes.

No entanto, estar preparado e existir capacidade de reação no momento e lugar certo pode salvar muitas vidas. Esses sistemas servem para prevenir desde ciclones e furacões a inundações, secas, ondas de calor, incêndios florestais, tempestades de areia e poeira, pragas de gafanhotos do deserto, invernos rigorosos ou inundações repentinas de lagos glaciais.

O estudo refere que, na última metade do século, os desastres naturais associados ao clima causaram mais de dois milhões de mortos, 70% deles em países menos desenvolvidos, e causaram perdas económicas.

Embora o número médio de mortes causadas por catástrofes tenha caído um terço naquele período, o número de desastres registados aumentou cinco vezes e as perdas económicas multiplicaram-se por sete, alerta o relatório. Embora também este ano tenha sido marcado por uma crise sanitária devido à pandemia covid-19, Petteri Taalas, secretário-Geral da OMM, destacou que “as mudanças climáticas continuarão a representar uma ameaça constante e crescente à vida humana, aos ecossistemas, às economias e sociedades nos próximos séculos”.

O financiamento de medidas para mitigar os efeitos das alterações climáticas, que está a atingir “níveis sem precedentes” é um aspeto positivo destacado neste Relatório.

Porém, alertam a OMM e outras agências, as medidas adotadas até ao momento são insuficientes para fazer frente a um aquecimento global médio de 1,5 graus neste século, sublinhando que seria necessário investir cerca de 180 milhões de dólares anuais entre 2020 e 2030.

Aceda aqui ao estudo.

Toyotomi Ar Condicionado - Japan
Passivhaus: vamos construir o fturo que queremos!O InstaladorAdene - Agência para Energia : eficiência tem classe CLASS +Climamed del 10 al 12 de enero 20201Junkers - Bosch bombas de calor supraeco WO Instalador20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0Vulcano: cursos técnicos online 28 - 29 / 10, vagas limintadasO Instalador Acompanhe no FacebookEVEx2020 23 - 27 de noviembre de 2020

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

oinstalador.com

O Instalador - edifícios - energia - ambiente

Estatuto Editorial