Efcis - Comércio Internacional, S.A.
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Eficiência energética – a maior fonte de energia renovável do país

Luís Caturna – Sales Manager - Helexia Portugal23/01/2024
No caso dos grandes edifícios consumidores de energia, embora a fase de projeto e de conceção e/ou renovação seja muito importante para dotar o imóvel de elevada eficiência energética, é na fase da exploração que se experimenta e se beneficia da eficácia das soluções adotadas no projeto inicial.
Imagen
A eficiência energética apresenta-se como uma das maiores fontes de energia renovável que Portugal dispõe. Uma maior eficiência na utilização dos recursos, poderá contribuir ativamente para a melhoria das condições de vida dos cidadãos, ao gerar um efeito estrutural positivo na economia, o qual tem impacto na melhoria da nossa competitividade.
Portugal é um país com elevada dependência energética. Embora esteja menos do exterior (em 2010 apresentava uma dependência energética de 76,1% e em 2020 esse valor situou-se nos 65,8%), essa necessidade continua a significar uma elevada exposição à volatilidade dos preços. Apesar de um dos principais objetivos da política energética nacional seja a redução dessa dependência para 65% em 2030, conforme estabelecido no Plano Nacional Energia Clima (PNEC), há um caminho a ser feito.
No meio de imensos desafios climáticos, geopolíticos, tecnológicos, urbanos e demográficos, concretizar o processo de construção de um novo padrão de crescimento mais sustentável assente na eficiência parece ser incontornável.
Hoje em dia existem várias soluções integradas de produção e gestão de energia, que atuam nas áreas da produção de energia fotovoltaica, mobilidade elétrica e eficiência energética. A sua ação baseia-se em critérios de sustentabilidade e eficiência, através do binómio economia/ecologia.
Uma das soluções que permite alavancar a transição energética da nossa economia são os Contratos de Performance Energética, financiados com as poupanças dos custos energéticos e operacionais de uma organização, sem utilização de nenhum recurso financeiro por parte do cliente e satisfazendo as suas necessidades de retorno do investimento. Este tipo de acordos, permitem as seguintes garantias:
  • Capacidade para fazer a análise e o diagnóstico de cada instalação industrial ou de serviços;
  • Responsabilidade de desenhar, fiscalizar e implementar todo o projeto/solução;
  • Competência técnica para fazer;
  • Garantias de obtenção do resultado final, assumindo todos os riscos;
  • Financiamento da totalidade do projeto.
Imagen
No caso dos grandes edifícios consumidores de energia, embora a fase de projeto e de conceção e/ou renovação seja muito importante para dotar o imóvel de elevada eficiência energética, é na fase da exploração que se experimenta e se beneficia da eficácia das soluções adotadas no projeto inicial. Assim, se não forem adotados os métodos de gestão e operação convenientes, pode correr-se o risco de não se tirar qualquer partido das estratégias e das tecnologias definidas no projeto.
Por fim, salientar que a transição energética das organizações, significa uma vantagem competitiva, se a mesma for encarada, em primeira mão, como uma componente de uma só estratégia e política das empresas e não como “algo” que concorre, à parte, com a estratégia global da organização, como fazendo parte da sua política de imagem ou de comunicação.
A oportunidade está aí. Por um lado, existe a necessidade de uma transição energética para um modelo mais limpo, acessível, eficiente e baseado num maior uso de fontes renováveis e por outro há uma disponibilidade de oferta no mercado. Nessa oferta está claramente a Helexia, a qual está presente em toda a cadeia de valor. Desde o diagnóstico e conceção, passando pela operação, gestão e manutenção, até à garantia de resultados. Contém ainda todas as competências técnicas, financeiras e legais, para ajudar Portugal a fazer esta transição energética e inteligente, para que a médio/longo prazo as atuais e futuras gerações possam viver bem, utilizando de forma mais equilibrada os recursos naturais, no caminho de um desenvolvimento social, económico, ambiental e cultural, mais sustentável para todos.
foto

REVISTAS

Daikin - Ar CondicionadoInduglobal - Encontros ProfissionaisSiga-nosLisboa Feiras, Congressos e Eventos / Associação Empresarial (Smart Cities Summit - Fil - Tektónica)Profei, S.L.

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter O Instalador

    15/04/2024

  • Newsletter O Instalador

    08/04/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial