Efcis - Comércio Internacional, S.A.
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

O mundo está a avançar na descarbonização

05/01/2024
O mercado das tecnologias de descarbonização atingirá 4 biliões de dólares até 2032, à medida que os investimentos aumentam e os custos das infraestruturas de energias renováveis diminuem.
Imagen
O sector industrial é um dos que mais contribui para as emissões globais. A redução das emissões no sector representa um dos desafios mais significativos para a descarbonização mundial e para alcançar emissões líquidas nulas até 2050. À medida que a economia global cresce e a procura de produtos industriais (como o aço e o cimento) aumenta, os industriais estão a procurar introduzir tecnologias de descarbonização para apoiar os esforços de redução de emissões. De acordo com a empresa de inteligência global ABI Research, o mercado de tecnologias de descarbonização deverá crescer de 1,45 biliões de dólares em 2022 para 4,09 biliões de dólares em 2032, crescendo a um CAGR (taxa de crescimento anual composta) de 10,93%.

“O mercado de tecnologias de descarbonização está a ser impulsionado por investimentos anuais exponencialmente crescentes, custos decrescentes de infraestrutura de energia renovável e compromissos globais crescentes de empresas industriais para reduzir as emissões e desenvolver produtos sustentáveis”, explica Alex McQueen, Analista de Pesquisa da ABI Research. “A regulamentação também tem sido um dos principais impulsionadores do mercado de tecnologias de descarbonização. A Europa, por exemplo, estabeleceu o seu Plano Industrial do Acordo Verde, que define os passos para implementar as tecnologias necessárias para reduzir as emissões de carbono do sector.”

O mercado das tecnologias de descarbonização industrial é liderado pelo crescimento das tecnologias de eletrificação, incluindo as energias renováveis e a maquinaria elétrica industrial. Estas representam uns significativos 71,5% do mercado em 2022 e espera-se que contribuam para a maior parte da redução de emissões necessária para atingir o zero líquido. O consumo de energias renováveis a nível mundial continua a crescer à medida que os custos das infraestruturas diminuem e a atual crise energética deteriora a competitividade dos combustíveis fósseis em termos de custos. As tecnologias de eficiência energética, como os sistemas de armazenamento e gestão de energia, detêm a segunda maior quota de mercado, com 23,6%, seguidas dos combustíveis com baixo teor de carbono, com 4,6%, e da captura, utilização e armazenamento de carbono, com 0,3%.

Empresas como a Honeywell, a Shell e a Siemens são líderes mundiais no fornecimento de tecnologias de descarbonização para o sector industrial. Além disso, o mercado está a assistir a um número crescente de empresas que se concentram no desenvolvimento de tecnologias e produtos limpos inovadores. Estas incluem a Air Liquide, a Baker Hughes, a CarbonCure Technologies, a Li-Cycle e a SSAB.

Embora o investimento em tecnologias limpas esteja a crescer rapidamente, as previsões mostram que os investimentos anuais ficam drasticamente aquém do que é necessário para atingir o zero líquido até 2050. Esta falta de investimento no financiamento de projetos e em I&D significa que tecnologias críticas, como o armazenamento de energia e a captura de carbono, não têm o desenvolvimento necessário para contribuir para reduções significativas das emissões. “A descarbonização do sector industrial exigirá um grande aumento do investimento global em tecnologia verde, bem como incentivos políticos mais fortes para aumentar a disponibilidade comercial e a acessibilidade destas tecnologias. A redução necessária das emissões só será alcançada através de uma estreita colaboração entre governos, indústrias e fornecedores de tecnologia”, conclui McQueen.

Estas conclusões são do relatório de análise de aplicações das Tecnologias de Descarbonização para as Indústrias da ABI Research. Este relatório faz parte do serviço de pesquisa Sustainability for Industrial Markets da empresa, que inclui pesquisa, dados e ABI Insights. Com base em extensas entrevistas primárias, os relatórios de análise de aplicações apresentam uma análise aprofundada das principais tendências e fatores do mercado para uma tecnologia específica.

REVISTAS

Induglobal - Encontros ProfissionaisDaikin - Ar CondicionadoLisboa Feiras, Congressos e Eventos / Associação Empresarial (Smart Cities Summit - Fil - Tektónica)Siga-nosProfei, S.L.

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter O Instalador

    15/04/2024

  • Newsletter O Instalador

    08/04/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial