Efcis - Comércio Internacional, S.A.
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Bombas de calor: Portugal na contramão da maioria da Europa

01/03/2024
Enquanto que na maioria dos países europeus em 2023 registou uma diminuição de 5% nas vendas, Portugal, a par da Bélgica, da Holanda, de Espanha e da Holanda e da Alemanha, viu os números a aumentar.
Imagen
As vendas de bombas de calor em 14 países europeus diminuíram cerca de 5% no total em 2023 em comparação com 2022, de 2,77 milhões para 2,64 milhões. Os números foram divulgados pela EHPA – European Heat Pump Association. que refere que esta situação inverte a tendência da última década, em que as vendas combinadas aumentaram anualmente. “O abrandamento já está a forçar os fabricantes a cortar ou reduzir postos de trabalho - as alterações anunciadas até agora terão impacto em quase 3.000 trabalhadores”, refere a associação (ver Quadro 1).
Imagen
De um lado Portugal, Bélgica, Noruega, Países Baixos, Espanha e Alemanha viram as vendas a aumentar – embora não numa dimensão suficiente para compensar a diminuição global (quadros 1 e 2) verificada, nomeadamente na França, Itália, Suécia, Finlândia, Polónia, Dinamarca, Áustria e Suíça.
Imagen
A EHPA refere ainda que mesmo em muitos países que registaram um crescimento global, as vendas trimestrais diminuíram no final de 2023 (Figura 3). Os analistas de mercado esperam que esta tendência descendente se mantenha até 2024.
Imagen
A queda das vendas ocorre no momento em que o Plano de Ação para Bombas de Calor da UE, que deveria ser publicado no início de 2024 para apoiar o setor, é adiado pela Comissão Europeia para uma data ainda a determinar. Entretanto, as elevadas taxas de juro e a alteração das medidas políticas nacionais estão a perturbar os investidores e os consumidores. Os governos aumentaram o apoio ao investimento em bombas de calor em 2022, na sequência da crise energética desencadeada pela invasão russa da Ucrânia. Em 2023, grande parte desse apoio foi restringido ou suprimido. Foi o caso da Itália, que registou uma das maiores quedas entre as vendas de 2022 e 2023, por exemplo.

A EHPA alerta que o abrandamento das vendas de bombas de calor põe em risco os objetivos climáticos e energéticos da UE. Estes incluem o objetivo para 2030 de 49% de energias renováveis no aquecimento e os 60 milhões de bombas de calor para cumprir o REPowerEU.

Sobre esta questão Thomas Nowak, secretário-geral da Associação Europeia de Bombas de Calor, afirmou que “o setor das bombas de calor está a enfrentar uma tempestade e precisa de toda a mão de obra. As empresas investiram em formação e capacidade de fabrico e os consumidores estão a bordo. O que é agora vital é uma bússola sob a forma do Plano de Ação para as Bombas de Calor da UE e dos planos nacionais subsequentes. Estes planos estabilizarão as águas.”

O executivo acrescentou ainda que “se a Europa está a falar a sério sobre o apoio a indústrias com emissões líquidas nulas, a descarbonização e a obtenção de uma maior independência energética, não se pode dar ao luxo de adiar. Um plano de ação adequado mostra aos eleitores que os responsáveis políticos da UE os apoiam. Quanto mais esperarmos, mais difícil será a descarbonização do aquecimento e da refrigeração”.

Face aos dados recolhidos a EHPA considera que os impostos e taxas aplicados à energia devem ser abordados para reduzir o preço da eletricidade para os utilizadores finais. A associação lembra que em 2022, os preços do gás eram elevados, o que tornava as bombas de calor elétricas um investimento mais vantajoso do ponto de vista financeiro. Com a descida do preço do gás fóssil e a carga fiscal que recai frequentemente sobre a eletricidade, os preços da eletricidade são por vezes quatro vezes superiores aos do gás (figura 4).

Imagen
A EHPA aponta ainda que a estabilização do apoio político e a garantia de que o preço da eletricidade é cerca de duas vezes superior ao do gás - por exemplo, através de um preço do carbono e de reduções fiscais - são cruciais para transformar “o custo das bombas de calor” num investimento que permita poupanças contínuas no aquecimento. Tal desencadeará a procura por parte dos utilizadores finais e trará mais bombas de calor para descarbonizar o sector do aquecimento e da refrigeração e apoiar uma maior independência energética da UE.

Face a isto a EHPA considera que o primeiro passo essencial passa pela publicação do Plano de Ação para as Bombas de Calor da UE - tal como solicitado por mais de 60 CEO e um vasto grupo de associações em cartas dirigidas à Presidente da Comissão, Ursula von der Leyen.

Nota: Dados muito recentes do Reino Unido, ainda não incluídos nos gráficos ou nos cálculos globais, revelam um crescimento das vendas nacionais de 4% no ano passado.

REVISTAS

Induglobal - Encontros ProfissionaisSiga-nosProfei, S.L.Daikin - Ar CondicionadoLisboa Feiras, Congressos e Eventos / Associação Empresarial (Smart Cities Summit - Fil - Tektónica)

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter O Instalador

    15/04/2024

  • Newsletter O Instalador

    08/04/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial